O bem que não devo adiar nem negligenciar

Espero passar logo deste mundo; entretanto, se houver alguma gentileza a mostrar ou algum bem a fazer para qualquer ser humano, devo fazê-lo agora; não devo adiá-lo nem negligenciá-lo, porque não passa­rei de novo por aqui - Marcus Aurelius

 
^ BlogBlogs.Com.Br